Relatório Matic: Bispos da União Europeia criticam aprovação

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

A Comissão dos Episcopados Católicos da União Europeia (COMECE) criticou a aprovação, no Parlamento Europeu, do chamado ‘Relatório Matic’, que restringe objeção de consciência e promove direito ao aborto nos Estados-membros.

O padre Manuel Barrios Prieto, secretário-geral da COMECE, disse ao portal ‘Vatican News’ que esta é uma decisão preocupante, considerando “inadmissível” que o acesso ao aborto prevaleça sobre a objeção de consciência de profissio-

nais e instituições de saúde. O relatório sobre “Saúde e direitos reprodutivos e sexuais na União, no âmbito da saúde das mulheres” é um texto não vinculante para os Estados-membros, que considera o aborto como direito humano; foi aprovado com 378 votos a favor, 255 contra e 42 abstenções, apelando também à garantia do acesso universal ao aborto seguro e legal.