Prémio de Arquitetura Sagrada distingue capela de Joaquim Portela

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

A capela Cohen, concebida pelo português Joaquim Portela, e localizada nos Alpes suíços, foi distinguida com o terceiro lugar no Prémio Internacional de Arquitetura Sagrada, organizado pela Fundação Frate Sole. O projeto vencedor foi a igreja Seliger Pater Rupert Mayer, na Alemanha, e o segundo prémio foi para o Santuário Señor de Tula, no México. Os sete restantes finalistas, entre os quais o conceito da igreja do Divino Salvador, em Freamunde, assinado pelo gabinete Vítor Leal Barros, foram definidos como “Embaixadores do Prémio Internacional de Arquitetura Sagrada” para o quadriénio 2020-2024