Pinhel honra Santo António no dia 13 de junho

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

As celebrações populares do Santo António vão ter este ano alterações provocadas pela pandemia de Covid-19, num ano sem arraiais nem marchas em que o centro será a figura do franciscano português, doutor da Igreja.

Na nossa comunidade paroquial de Pinhel também as festividades associadas à festa de Santo António, uma das festas mais “rijas” da comunidade, não serão possíveis de celebrar nos moldes habituais.

No entanto, amanhã, dia 13, data da festa litúrgica do santo, a paróquia, com a colaboração dos mordomos de 2020/2021, irá assinalar a ocasião honrando Santo António na Eucaristia.

A Eucaristia será celebrada às 18h30 e caso o tempo seja favorável, ao ar livre, no jardim 5 de Outubro, na presença da imagem de Santo António e com as condições e normas imprescindíveis. Recordamos especialmente o uso obrigatório de máscara, o respeito pelas indicações dos Ministros do Acolhimento e pela distância mínima de segurança. Se o tempo não estiver de favor, será celebrada, no mesmo horário, na igreja de S. Luís.

Também no Vaticano, no passado dia 3, o Papa Francisco convidou os católicos a imitar a vida de Santo António, numa mensagem enviada ao ministro-geral da Ordem dos Frades Menores Conventuais por ocasião dos 800 anos da vocação franciscana do santo português.

Santo António nasceu em Lisboa, em 1195, numa casa situada a poucos metros da catedral; entrou no mosteiro agostiniano de São Vicente, onde viveu durante dois anos antes de integrar a comunidade de Coimbra.

Em setembro de 1220, Fernando deixou os agostinianos para integrar a ordem dos franciscanos, onde assumiu o nome de António, pelo qual é hoje conhecido.

Na Itália, destacou-se como pregador e primeiro professor de Teologia da ordem franciscana recém nascida; faleceu em 1231 e foi sepultado em Pádua, tendo a sua fama de santidade levado o Papa Gregório IX a canonizá-lo, a 30 de maio de 1232.

Em 1946, Pio XII proclamou-o como “doutor da igreja universal”, com o título de ‘Doctor Evangelicus’ (Doutor Evangélico).