O Papa abre a possibilidade das mulheres receberem alguns ministérios

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Com o motu proprio “Spiritus Domini”, que modifica o primeiro parágrafo do cânon 230 do Código de Direito Canônico, o Papa Francisco estabeleceu que os ministérios do Leitorado e do Acolitado sejam também abertos às mulheres, de forma estável e institucionalizada, com um mandato especial.

Estes dois ministérios estavam reservados, até ao momento, ao sexo masculino, porque eram tido como preparatórios para o eventual acesso à ordem sagrada. Agora o Papa Francisco, seguindo o discernimento que emergiu nos últimos Sínodos dos Bispos, quis oficializar e institucionalizar esta presença feminina no altar.