Missão País em Pinhel adiada para 2022

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Os jovens responsáveis pela “Missão País em Pinhel” que estava prevista para Fevereiro deste ano, Maria Leonor Magalhães e Francisco Santos Carvalho, enviaram à paróquia de Pinhel um comunicado da autoria dos responsáveis gerais da Missão País em Portugal, onde informam que não vai ser possível concretizar a missão deste ano, dadas as circunstâncias em que se encontra o país e o mundo por causa da Pandemia originada pelo covid-19.

Segundo os mesmos, desde junho que estão “a pensar e a rezar em que moldes é que poderíamos missionar este ano”. Em setembro a equipa nacional da Missão País desenvolveu um plano de contingência que não obteve o parecer favorável por parte da DGS. “Assim, agindo de forma coerente e com prudência, e em concordância com o parecer da DGS, com muita tristeza nossa, não poderemos fazer missão em Pinhel”, referem.

No comunicado dos responsáveis nacionais recorda-se que a “Missão País foi criada há 18 anos, com o lema de Inspirar Gerações que Vivam a Fé Católica em Missão. Habitualmente, cada missão, com a duração de 1 semana, serve e acompanha uma localidade durante 3 anos”. Dadas as características dessas semanas de missão, e apesar do esforço na elaboração de um plano de segurança, as circunstâncias não permitem levar adiante o projecto este ano. Prometem, no entanto, que voltarão em 2022 a todas as comunidades do país onde estava previsto haver Missão País este ano, tal como na localidade de Pinhel.

Já os responsáveis pela Missão País em Pinhel afirmam que vão procurar “maneiras de conseguir ajudar e servir à distância” e agradecem “por tudo o que fizeram por nós e toda a ajuda dada para esta missão”. No final, prometem que estarão “Juntos em missão, e oração”.