JMJ 2023: Diocese da Guarda representada na gravação do hino

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

O hino oficial da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023, intitulado ‘Há Pressa no Ar’, foi divulgado esta quarta-feira, 27 de janeiro, e convida os jovens a identificarem-se com Maria. “Ao cantar este hino, os jovens de todo o mundo são convidados a identificarem-se com Maria, dispondo-se ao serviço, à missão e à transformação do mundo”, destaca um comunicado do COL (Comité Organizador Local) desta JMJ, sublinhando que “a letra evoca também a festa da JMJ e a alegria centrada na relação com Deus”.

Apresentada no dia em que se cumprem dois anos do anúncio da capital portuguesa para receber o encontro de jovens de todo o mundo, a canção é inspirada no tema da JMJ Lisboa 2023 [‘Maria levantou-se e partiu apressadamente’ (Lc 1,39)] e “desenvolve-se em torno do ‘sim’ de Maria e da sua pressa para ir ao encontro da prima Isabel, como relata a passagem bíblica”, salienta a nota.

O tema foi gravado, em duas versões: uma em português e outra numa versão internacional, em cinco idiomas (português, inglês, espanhol, francês e italiano). E é de realçar que, nesta gravação, a diocese da Guarda fez-se representar por duas vozes da Banda Jota, a banda católica da diocese. As irmãs Susana Ferreira e Teresa Ferreira foram representar a banda depois desta ser contactada no sentido de participar com algumas vozes no trabalho final do Hino, ao que a banda acedeu com entusiasmo.

‘Há Pressa no Ar’ tem letra do padre João Paulo Vaz, da Diocese de Coimbra, música de Pedro Ferreira, professor e músico, e arranjos do músico Carlos Garcia.

 ver mais em Patriarcado de Lisboa

Refrão do hino ‘Há Pressa no Ar’
Todos vão ouvir a nossa voz,
Levantemos os braços, há pressa no ar.
Jesus vive e não nos deixa sós:
Não mais deixaremos de amar.