Irene Fonseca é a nova coordenadora geral da Liga dos Servos de Jesus

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Irene dos Santos Fonseca foi eleita nova Coordenadora Geral da Liga dos Servos de Jesus, durante a Assembleia Geral que decorreu, no Outeiro de São Miguel. Para membros do Conselho foram eleitas Maria do Carmo Dinis da Fonseca (Vice-Coordenadora), Maria José Couto Matos, Albertina André e Maria Ascensão Pires dos Santos (Conselheiras). A nova Coordenadora Geral da Liga é a actual responsável pelo Lar D. Isabel Trigueiros, no Fundão.

A tomada de posse está marcada dia cinco de Outubro, no Outeiro de S. Miguel.

A Assembleia Geral da Liga dos Servos de Jesus decorreu, de 3 a 5 de setembro, no Outeiro de S. Miguel, bem perto do túmulo do venerável João de Oliveira Matos, antigo bispo auxiliar da Diocese da Guarda e fundador da Liga. O encontro foi presidido pelo Bispo da Guarda, D. Manuel da Rocha Felício, Superior Geral da Liga. Estiveram presentes, o Assistente Geral, Padre Jorge Manuel Tavares Colaço e 30 delegadas.

A reflexão e estudo incidiram sobre “o aprofundamento do Carisma da Liga, o significado que tem nos dias de hoje e de que forma lhe dar vida”. A importância dos Servos Externos no futuro da Liga, as comunidades e a vida comunitária foram também temas colocados na mesa. A reestruturação da Liga parece ser “uma necessidade urgente, visto que a idade avançada das irmãs e o número cada vez menor das mesmas são impedimento de que a vida comunitária tenha o dinamismo e a qualidade que lhe devem estar subjacentes”.

Em 2024 a Liga celebrará o primeiro Centenário da sua fundação. Por isso, este foi também tema da Assembleia tentando encontrar formas e modos de fazer a sua divulgação para que o mesmo seja vivido pelo maior número possível de pessoas na diocese e fora dela.

A Causa da Beatificação, do já venerável João de Oliveira Matos, é também um assunto que diz respeito maioritariamente aos membros da Liga, “mas deveria ser uma preocupação e desejo de toda a diocese”.

Sobre “Projecto Angola” que neste momento também sofre os efeitos da pandemia Civid-19, vai continuar a fazer parte dos projetos da Liga, “mas precisa da colaboração da Diocese”.

Actualmente, a Liga dos Servos de Jesus tem casas na Guarda, Covilhã, Ruvina, Celorico da Beira, Rochoso, Fátima, Orca (Fundão), Cerdeira, Manteigas, Fundão, São Romão, e Kilenda (Angola).

in “Diocese da Guarda