IGREJA: Francisco vai fazer novo consistório e nomear novos cardeais

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
O Papa Francisco vai criar 21 novos cardeais. 

Entre os 16 futuros eleitores, com menos de 80 anos de idade, há quatro lusófonos: dois arcebispos do Brasil, o arcebispo de Goa e Damão e o arcebispo de Díli (Timor-Leste), D. Virgílio do Carmo da Silva, de 53 anos. A celebração está marcada para 27 de agosto e é o primeiro desde novembro de 2020.

Este será o oitavo consistório do atual pontificado, após os realizados a 22 de fevereiro de 2014, 14 de fevereiro de 2015, 19 de novembro de 2016, 28 de junho de 2017, 28 de junho de 2018, 5 de outubro de 2019 e 28 de novembro de 2020.

O Colégio Cardinalício tinha até agora 208 membros (91 com mais de 80 anos), incluindo cinco portugueses: D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa, D. António Marto, bispo emérito de Leiria-Fátima, D. José Tolentino Mendonça, arquivista e bibliotecário da Santa Sé, todos criados pelo Papa Francisco e eleitores num eventual conclave; D. Manuel Monteiro de Castro, penitenciário-mor emérito; e D. José Saraiva Martins, prefeito emérito da Congregação para as Causas dos Santos, ambos com mais de 80 anos.