Católicos aumentam em todo o mundo, com Europa em contraciclo

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

A Agência Fides, do Vaticano, divulgou hoje os números mais recentes da Igreja Católica no mundo, apontando a um aumento de fiéis de 1,16% em 2019, num total de 1,34 mil milhões de batizados.

Os dados revelam que os católicos representavam 17,74% da população mundial a 31 de dezembro de 2019, data a que se referem as estatísticas mais recentes recolhidas pela Santa Sé. O aumento do número de batizados é mais significativo na África (+8,3 milhões) e na América (+5,3

milhões), com a Europa em contraciclo (-292 mil católicos). A percentagem de católicos nos vários continentes é de 63,8% na América; 39,64% na Europa; 26,34% na Oceânia; 19, 49% na África; e 3,31% na Ásia. Os sacerdotes são 414 336 em todo o mundo, os religiosos não sacerdotes 50 295 e os diáconos permanentes 48 238. Os números confirmam a “tendência para a diminuição global” do número de religiosas, 630 mil no total, com particular impacto na Europa (-7400) e América (-5315) ao longo de 2019.

No campo da educação, a Igreja Católica administra 72 667 creches e 98 925 escolas primárias nos cinco continentes, que servem mais de 42,6 milhões de crianças; quase 50 mil escolas secundárias têm 19 milhões de alunos, a que se somam mais de 6 milhões de estudantes do ensino superior.

Quanto à saúde, as instituições católicas gerem 5245 hospitais, 14 963 centros de saúde/dispensários; 532 casas para leprosos; 15 429 lares para idosos, doentes crónicos e pessoas com deficiência; 9374 orfanatos; 3198 centros de educação ou reeducação social; e 33 840 instituições de outro género.