Bispo da Guarda publica decretos sobre reorganização da diocese

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Na sequência da Assembleia Diocesana de representantes realizada no ano de 2017 e que vinha sendo preparada desde o ano de 2014, em processo de caminhada sinodal, atendendo às propostas da Comissão Multidisciplinar nomeada para pensar a reorganização pastoral da Diocese, tendo em conta os pareceres dos Conselhos Pastorais Arciprestais, do Conselho Pastoral Diocesano, do Conselho Presbiteral e do Colégio de Consultores, o bispo da Guarda, D. Manuel Felício, publicou dois decretos com data de 22 de fevereiro de 2020 que prevêem a redução do número de arciprestados de 15 para 7, e uma nova configuração dos serviços diocesanos de pastoral.

O arciprestado de Pinhel que passará a ser Arciprestado de Pinhel-Figueira de Castelo Rodrigo, será constituído pelas paróquias que integram as freguesias e uniões de freguesias dos concelhos de Pinhel e de Figueira de Castelo Rodrigo, e ainda duas paróquias do concelho de Foz Côa, a saber, Almendra e Castelo Melhor.

Os serviços diocesanos de pastoral, que passarão a estar mais articulados, serão compostos por 7 secretariados (Secretariado Permanente da Coordenação Pastoral; Secretariado Diocesano da Educação Cristã; Secretariado Diocesano da Liturgia; Secretariado Diocesano da Pastoral da Caridade; Secretariado Diocesano do Laicado e Família; Secretariado Diocesano da Missão; Secretariado Diocesano da Cultura e Comunicação), cada um deles com vários departamentos, e ainda a Escola Teológica de leigos e de ministérios.

Confira no Jornal a Guarda, AQUI

Confira no site da diocese da Guarda, AQUI