Aniversário da criação da diocese de Pinhel no dia 21 de junho

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

No próximo domingo, dia 21 de Junho, perfazem 250 anos da criação da diocese de Pinhel.

Pinhel foi sede de Diocese territorial de 1770 a 1882, tendo sido elevada, para o efeito, à categoria de cidade a 25 de Agosto de 1770. Foi criada pelo Papa Clemente XIV, depois do pedido efectuado pelo Rei D. José em carta de 4 de Março de 1770. O pedido foi deferido pelo mesmo Papa, que decretou em 21 de Junho desse ano a sua criação, embora só a 10 de Julho, o bispado tenha sido erigido.

Como as circunstâncias não permitem a programação que se vinha a preparar há algum tempo, queremos, ao menos, assinalar a ocasião, com a celebração eucarística, ao ar livre, junto a um espaço emblemático, o antigo paço episcopal. A Eucaristia será celebrada no Largo dos Combatentes pelas 18h30 sendo garantidas todas as normas de segurança, higiene e distância. A eucaristia será presidida pelo bispo da Diocese da Guarda, diocese que acolheu em 1882 o território da extinta diocese de Pinhel. No entanto, esta diocese histórica com sede em Pinhel, viria a ser usada mais tarde, a partir de 1969, como Sé titular, isto é, como circunscrição eclesiástica histórica, existindo apenas como título. Um dos seus bispos titulares foi o actual Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, entre 1999 e 2007. Se não fossem as circunstâncias actuais causadas pela pandemia, estava previsto que ele viesse presidir às cerimónias do aniversário.

No final da celebração, será apresentado um livro de bolso para conhecer a história por detrás da diocese de Pinhel que teve, entre 1770 e 1882 seis bispos residentes, e entre 1969 e 2020 seis bispos titulares, encontrando-se, de momento, com sede vacante.

 

Especial Diocese de Pinhel